Dólar sobe pelo 3º dia e fecha a R$ 3,66, maior valor desde abril de 2016

ólar fechou em alta pelo terceiro dia seguido nesta terça-feira (15), após reduzir os ganhos vistos mais cedo, diante da incerteza eleitoral e do temor de que os juros nos Estados Unidos subam mais que o esperado neste ano. Na véspera, a moeda fechou no maior nível em mais de 2 anos.

O dólar subiu 0,94%, a R$ 3,6617 na venda, maior valor desde o dia 7 de abril de 2016, quando a moeda fechou a R$ 3,6918. Na máxima do dia, chegou a R$ 3,6932. Veja mais cotações.

Já o dólar turismo era negociado a R$ 3,82. Nas casas de câmbio, era vendido nesta manhã na casa dos R$ 4,00 no cartão pré-pago, já inclusa a alíquida de 6,38% do Imposto Sobre Operações Financeiras (IOF). Em espécie, a cotação varia entre R$ 3,83 e R$ 3,91, já com o imposto de 1,1%, segundo pesquisa do G1

Mercado externo

 

Nesta sessão, o dólar também avançou frente a outras moedas, segundo a Reuters, após dados robustos da economia norte-americana que reforçam apostas de que o Federal Reserve, banco central do país, pode elevar os juros mais do que o esperado neste ano.